Carrinho

Chegou a época de celebrar o dia mundial do turismo. E essa comemoração nos últimos dias do mês de setembro não pode passar despercebida! Criada no ano de 1980 pela Organização Mundial do Turismo (OMT), essa data tem o intuito de enaltecer uma das mais importantes atividades econômicas e sociais da atualidade.

De acordo com dados da OMT, o fluxo turístico internacional aumentou, entre 2000 e 2010 pouco mais de 130 milhões de chegadas anuais para as mais diversas partes do planeta! Dá pra acreditar? E desses lugares, a Europa ganha de lavada com 51,85% do recebimento de turistas do mundo inteiro!

Para você que ama viajar e está sempre idealizando seu novo destino, seja na Europa ou na Ásia, saiba o quanto suas vivências são importantes para a criação de uma rede de experiências entre os turistas. Portanto, para fortalecer essa troca de experiências, trazemos quatro experiências que todo turista passa – ou pode acabar passando em alguma viagem futura. Tenho certeza que você vai se identificar com alguma delas!

  1. Esqueceu de colocar algo na mochila

Quem nunca esqueceu algum item básico e só foi lembrar dele na hora que chegou no destino? Bem, há algumas soluções para isso! Alguns conjuntos, como o Kit Sports da Unhex são práticos e perfeitos para levar para qualquer lugar! Do Kit pequeno ao grande, esse item não vai sair da sua mochila!

  1. Ficou sem bateria no celular

O celular já se tornou um componente essencial para qualquer viagem. Desde a função de nos despertar de manhã até mostrar o caminho do seu passeio… não podemos deixar ele sem carga! Lembre-se sempre de deixá-lo carregando na noite anterior!

  1. Correu pelo aeroporto ou rodoviária quando estava atrasado

Por mais que nos programamos para sair no horário, muitas vezes alguns imprevistos acontecem e somos obrigados a fazer uma meia maratona até seu portão do aeroporto ou rodoviária! Mas fique tranquilo: você nunca estará sozinho nessa corrida!

  1. Não deixou o sono cancelar seu passeio

     


Ser turista de verdade é uma tarefa cansativa, não há como negar! Mas não podemos desperdiçar nem um segundo do nosso passeio por conta do sono. Dica: deixe para dormir quando voltar pra sua casa!

E aí, qual dessas experiências é a sua cara? Se identificou com alguma em específico?

Continue Reading

Vamos concordar, não há melhor experiência do que viajar! Mas como nem tudo são flores alguns perrengues podem acontecer e transformar esse momento de conhecimento e tranquilidade em estresse. Claro, que muitas coisas são imprevisíveis e não tem como controlarmos, porém, outras podem ser evitadas seguindo essas dicas de organização para viajar.

Para você ter uma viagem “relax”, separamos algumas dicas de como preparar a viagem, desde da escolha do destino até arrumar a mala.

Importante: data, companhia e gastos

Antes de pensar em viajar, é preciso saber quando você pode viajar. Quantos dias pretende ficar fora? Vai aproveitar o próximo feriado prolongado ou vai fechar as suas férias?

Outra coisa é saber quem vai com você e se esses acompanhantes tem a mesma data livre.  Com isso, você já pode estabelecer a data da viagem e quantos dias poderá ficar fora!

Não esqueça de definir um valor mínimo para viagem, isso ajuda a escolher qual destino cabe mais no seu bolso.

Escolhendo o destino

Como você já sabe data, o tempo disponível para curtir a viagem e quem vai com você, chega o momento mais legal: decidir o destino.

Com a data em mente, fica mais fácil descobrir os destinos que mais combina com a época do ano. Então, se você pretende viajar no outono, por exemplo, pode conferir essa lista de lugares ideais para essa estação aqui no blog.

A distância da viagem também deve ser calculada, porque se você tiver apenas quatro dias é melhor pensar em algo nacional ou no máximo algum país da América do Sul. Também se lembre de quanto você estipulou gastar, alguns destinos podem sair mais caro do que o planejado.

Fora isso, é legal pensar no que você gosta e o objetivo da viagem. Por exemplo, você quer curtir praias ou explorar culturas diferentes? está a fim de acampar ou ficar descansando em algum hotel luxuoso? Todas essas coisas devem pesar na hora de escolher o destino.

Como chegar até lá?

Com data, destino e companhia fechada, vale começar a pesquisar onde vai ficar, se vai fechar a viagem com agência ou por conta própria, etc.

Se você decidir fechar por conta própria, tome muito cuidado com o lugar que escolher ficar, se a sua vaga está garantida mesmo.

Outra coisa é pensar como você vai fazer para chegar lá: de carro, ônibus ou avião?

No caso de pacotes de viagem o avião está incluso, mas se esse não for o seu caso, a nossa dica é buscar as passagens em sites comparativos. O mesmo voo pode sair barato com a variação de horários e companhias. Afinal, economia é sempre bem-vinda!

Separando os documentos

Esse tópico é mais para quem vai viajar para o exterior. Coloque em uma pasta tudo que precisa: visto, passaporte, seguro médico, entradas para parques e shows, etc.

Para quem vai viajar pelo Brasil, leve documentos essenciais como rg, cpf, carteira de motorista e até mesmo a carteira do convênio. Nunca sabe quando vai precisar, né? Falando nisso, verifique se o seu convênio atende a cidade ou estado que você irá viajar.

Organizando tarefas pendentes antes de viajar

Já sabe com quem vai deixar o seu animal de estimação? Passou todas as tarefas para quem vai ficar no seu lugar no trabalho? Essas coisas parecem simples, mas devem ser resolvidas com antecedência.

Imagina você viajando tranquilamente, quando alguém do seu trabalho liga perguntando de uma “pasta específica”. Situação bem chata, não é mesmo?

O que levar na mala?

Sabendo o destino e quanto tempo irá ficar, é mais fácil escolher o que levar. Se você vai em algum lugar com neve, sabe que precisar levar mais roupas de frios e até itens específicos como segunda pele. Para a praia, não pode esquecer da roupa de banho.

Também vale pensar se fará alguma atividade diferente durante a viagem, se esse for o caso precisa lembrar de levar roupas e equipamentos especiais.

Para não esquecer nada, a nossa dica é criar uma lista dividida por categorias (roupas, documentos, acessórios, etc.) de tudo que você precisa levar.

Algo que também não pode faltar na sua mala é o Unhex Viagem, esse conjunto completo e perfeito para levar em qualquer lugar.

 

 

 

 

Continue Reading

Para quem realmente curte viagens e muitas aventuras, não há época ruim para botar o pé na estrada. Pensando nisso, trouxemos uma lista incrível de destinos nacionais para conhecer no outono!

Bora colocar a mochila nas costas, pegar o seu Unhex Viagem e conhecer esse mundão?

Destinos nacionais para conhecer no outono

O melhor de viajar nessa época do ano é aproveitar as paisagens que se modificam durante essa estação. Fora isso, o custo é menor, se comparado as altas temporadas.

Pantanal (MS/MT)

Resultado de imagem para pantanal

Para conhecer mais sobre a fauna brasileira, o Pantanal é um ótimo destino. A seca é predominante no outono, a falta de chuva e a seca nos rios faz com que os animais saiam em busca de água. E não é difícil observar de perto jacarés, tucanos e até mesmo onças pintadas.

Essa região também se transforma com a chegada do outono, deixando as plantas aquáticas mais visíveis.

Chapada dos Veadeiros (GO)

Resultado de imagem para chapada dos veadeiros

Considerado Patrimônio Natural Mundial pela Unesco, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros é a principal atração da região. Para explorar as paisagens incríveis, aproveitar a água cristalina, observar a natureza, é melhor ir no outono e evitar as chuvas.

Para quem gosta de esporte radical, praticar tirolesa, rapel e outros, em meio a mata virgem, é uma boa pedida. Também é possível acampar no parque ou se hospedar em hotéis e pousadas, caso queira mais conforto.

Jalapão (TO)

Resultado de imagem para jalapao

A região não costuma ter caminhos pavimentados, por causa disso é importante evitar as épocas chuvosas. Mesmo na época mais seca, os rios da região deixam a umidade do ar melhor.

Quem gosta de cachoeiras, vai se apaixonar mais pelo lugar. Há muitas piscinas naturais com água verde-esmeralda e gelada para refrescar depois das longas trilhas. Sem falar na paisagem com dunas que chegam até 40 metros.

Foz do Iguaçu (PA)

Resultado de imagem para foz do iguaçu

No centro da cidade, você pode ver flores caídas das árvores, dando um colorido incrível para as ruas. A beleza das Cataratas do Iguaçu continua deslumbrante como em qualquer outra época do ano.

Com o clima mais fresco, dá para aproveitar para fazer o Macuco Safari das Cataratas do Iguaçu. Além de ser bem próximo da divisa do Brasil com Paraguai, você pode atravessar a fronteira para comprar roupas, maquiagem, artigos de tecnologia etc.

Vale dos Vinhedos (RS)

Resultado de imagem para vale dos vinhedos outono

Não tem época melhor do que o outono para conhecer o Vale dos Vinhedos. A região faz parte da cidade de Bento Gonçalves e deixa a paisagem da Serra Gaúcha toda em vermelho e amarelo, devido as flores da estação.

Fora a paisagem belíssima, dá para aproveitar para conhecer mais da Serra Gaúcha e ainda provar a culinária local.

Você já foi para algum desses destinos nacionais para conhecer no outono? Tem outra indicação?

Continue Reading

Pensando em aproveitar o feriado de folia ao ar livre? Então se liga nessa lista com lugares para você acampar no Carnaval, curtir uma natureza e até se aventurar.

Praia do Sono em Paraty (RJ)

Procurando por um lugar calmo para acampar? A Praia do Sono é o destino ideal. Com acesso por meio de uma trilha, a praia e a mata verde são praticamente desertas. Com poucos hotéis na região, o maior movimento está nos campings.

Para comer não há muitas opções de restaurantes, o melhor mesmo é levar equipamentos para fazer a sua própria comida. Se prepare para deixar a internet de lado, já que lá não tem wifi e o sinal de internet é bem precário.

Para quem quer fazer algo diferente, você pode tentar ir até a região central de Paraty, que reúne todo o patrimônio histórico da cidade.

Praia Pedra do Sino em Ilhabela (SP)

No litoral norte de SP, a Praia Pedra do Sino também oferece o sossego para os campistas. Toda a região é paradisíaca e ótima para relaxar principalmente a dois.

A infraestrutura dos campings costuma ser mais completa, incluído até mesmo piscina e quadra de futebol. Porém, se você quiser algo mais roots busque pelos campings de areia.

Paraíso Perdido em Capitólio (MG)

O nome não é por acaso, a região consegue reunir as mais belas paisagens e levar os visitantes a uma experiência de contato direto com a natureza.

O Paraíso Perdido está localizado no município de São João Batista de Glória, próximo a famosa Serra da Canastra. Além de relaxar, você pode curtir as cachoeiras e piscinas naturais.

Para acampar você pode se aventurar pela região ou ficar em algum camping. Inclusive há uma opção completa dentro do parque.

Parque da Cachoeira em São Francisco de Paulo (RS)

O camping fica dentro da propriedade privada, então mesmo que você queira acampar em outro lugar precisa arcar com o valor da entrada. Porém, vale ficar por lá considerado a infraestrutura completa e as opções de lazer do parque.

Ao total são quatro quedas d’água, duas trilhas sinalizadas e muitas piscinas naturais. O local é ótimo para famílias que curtem uma aventura. Fique atento, pois em feriados há necessidade de fazer reserva.

Pancas em Vitória (ES)

Essa opção é para quem curte adrenalina e aventura. A região é repleta de montanhas e pedras que servem para uma boa escalada e trilhas. Para um momento mais relax, nada melhor do que aproveitar as cachoeiras.

Há alguns campings na região, mas também pode se aventurar em montar a sua barraca nos campos.

Essas foram apenas algumas sugestões de lugares para acampar no Carnaval, mas no Brasil o que não falta são espaços incríveis para você curtir a natureza. Conhece outros lugares? Deixe seu comentário!

 

Continue Reading

Viajar de bike é unir duas experiências incríveis. Andar de bicicleta nos deixa em contato direto com os lugares por onde pedalamos; e a viagem nos permite conhecer novas culturas e paisagens sensacionais.

Se você curte uma aventura, explorar melhor os destinos, e claro, andar de bike, essa é a lista perfeita para você. Selecionamos 10 lugares nacionais e internacionais que combinam muito bem com os ciclistas!

 Serra da Canastra (Minas Gerais)

Minas Gerais sempre é lembrada por ter várias cachoeiras e vistas incríveis. Na Serra da Canastra, você ainda pode aproveitar as piscinas de água termal e reservas naturais. Próxima da capital de Belo Horizonte, o percurso é de no máximo dois dias. Caso precisar descansar, a região possui vários campings – com espaço até para guardar a bike.

Camino Yungas (Bolívia)

Esse destino é o certo para quem quer aventura e adrenalina. Com aproximadamente 3 metros de largura, a estrada é muito estreita e possui caminhos tortuosos. Na verdade, o Camino Yungas chega a ser considerado a “rota da morte”. Você encara esse desafio?

Moab (Estados Unidos)

Localizado no estado de Utah, a região é um verdadeiro parque de diversão para os ciclistas. A trilha Slickrock é a mais popular da região com 20 quilômetros de extensão. Também vale pedalar pela Porcupine que possui areia e penhascos. Para apreciar a vista para o rio Colorado, visite o Parque Estadual Dead Horse.

Palma de Maiorca (Espanha)

A paradisíaca Palma de Maiorca é um destino completo para os ciclistas, já que envolve muitas colinas. Todas as estradas e percursos se encontram em perfeitas condições. Fora isso, você pode desfrutar do pôr do sol na praia para relaxar.

Circuito das Araucárias (Santa Catarina)

O percurso começa e termina em São Bento do Sul, dando o total de 250 km de estrada de terra. Para aproveitar bem a natureza, visite a Rota das Cachoeiras, as coníferas da Mata Atlântica e as florestas de araucárias.

Cliffs of Moher (Irlanda)

Entre Dublin a Galway, o caminho é acompanhado por paisagens surreais do oceano. O caminho é tranquilo, só é preciso ter mais cautela com alguns trechos que possuem 40 centímetros de largura.

Whistler (Canadá)

Próximo de Vancouver, a região no verão se transforma em um verdadeiro bike park. Com diversas trilhas para explorar, o destaque fica para a Garbanzo. No caminho, você pode se deparar com ursos em seu habitat natural.

Amsterdã (Holanda)

Amsterdã não poderia ficar de fora dessa lista, afinal é uma cidade estruturada para a bike, com semáforos e estacionamentos feitos para esse veículo. O local é seguro para pedalar, já que o número de carros é bem menor comparado a outras cidades. Vale aproveitar essa visita para conhecer o Museu do Van Gogh e os tradicionais cafés.

Berlim (Alemanha)

A cidade alemã cada vez mais tem atraindo turistas, o seu jeito descolado e alternativo chama a atenção principalmente dos jovens. Para os ciclistas de plantão, a capital conta com mais de 900 km de ciclovias. Você consegue fazer tudo de bicicleta, inclusive conhecer os restaurantes da região.

Caminhos do Imperador (Alagoas)

Aproveite para refazer o mesmo caminho do Imperador Dom Pedro II pelo estado do Alagoas. Além das paisagens e da natureza, você pode aproveitar para conhecer mais a história que cerca a região. A Grota do Angicos é famosa por ser o lugar onde o bando de Lampião e Maria bonita foi emboscado. A viagem termina na cidade de Piranha.

Você curte viajar de bike? Já conhece algum desses destinos? Deixe a sua resposta nos comentários.

Continue Reading

Para você, que está querendo sair da rotina e se aventurar por aí, no Brasil há destinos imperdíveis para sentir adrenalina em meio a abundante natureza, com maravilhosas paisagens. Confira três dicas de lugares para você praticar esportes radicais:

Destinos radicais no Brasil

1 – Chapada dos Veadeiros:

O lugar, que fica em Goiás, é lindo! Uma ótima opção para praticar rapel e cascading, que é o rapel das cachoeiras iradas de lá. Além disso, você pode ter contato com cavernas e rios para praticar os esportes. O ideal é separar pelo menos cinco dias para curtir todas as aventuras da Chapada.

2 – Brotas:

Localizado no Estado de São Paulo, é muito conhecido por ser destino dos aventureiros, famosa “capital do turismo de aventura”. A paisagem natural oferece um lugar ideal para praticar esportes radicais. Tem ótimas opções para quem curte rafting, mas também rapel, tirolesa, entre outras atividades.

3 – Jericoacara:

Se você curte praia e esportes de aventura, seu lugar é Jericoacoara, no Ceará. Lá venta bastante, ideal para os amantes de kitesurf e windsurf. Para os experientes, a Lagoa de Jijoca é perfeita. Já para quem está aprendendo, a Praia do Preá é mais recomendada, por não ter ventos tão fortes. Além disso, você também pode se divertir nas dunas de areia, que oferecem um palco excelente para a prática do sandboard.

Já foi em algum? Tem vontade? Não se esqueça de colocar na mala de viagem o Travel Kit da Unhex! Ele te acompanha até nas altas aventuras.

Continue Reading

Acampar é muito bom. Entramos em contato com a natureza e aprendemos muito. Afinal, não é tarefa fácil sair do conforto da sua casa, para muitas vezes, se virar no meio do nada. Falando em “estar no meio do nada”, algumas coisas são essenciais para quem vai se aventurar e não podem ser esquecidas. Pensando nisso, criamos uma lista para solucionar uma dúvida comum: o que levar para acampar?

O QUE LEVAR PARA ACAMPAR?

Barraca

Parece óbvio, mas há quem esqueça esse item. A barraca é essencial para se proteger do frio, insetos, e também de animais silvestres, dependendo do lugar que for acampar.

Mochila

Vale investir em uma mochila cargueiro, onde você pode guardar a sua barraca e todos os outros itens essenciais para o seu acampamento.

Colchão inflável ou saco para dormir

Para dormir confortavelmente, você pode levar um colchão inflável, e não esqueça da bomba para enche-lo. Se não se importar muito com conforto, pode levar um saco para dormir que ocupa menos espaço em sua mochila. Leve um lençol para colocar por cima do saco ou do colchão inflável.

Travesseiros

Fora alguns sacos para dormir que já vêm com uma parte mais alta, que serve como travesseiro, é ideal levar um. Dormir sem travesseiro pode te dar dor no pescoço.

Cordas

Você pode precisar das cordas para pendurar roupas, ou até mesmo para alguma caminhada que fizer.

Lanterna

Se existe um item essencial para quem acampa é a lanterna. Serve para todos os momentos, quando você precisa sair da barraca a noite ou se for explorar grutas e cavernas.

Lona plástica

A lona é ideal para proteger a barraca da chuva e do sol quente. Você pode até levar uma mais para colocar embaixo da barraca, assim evita o contato direto do chão da barraca com o solo.

Repelente e Protetor Solar

Independente para onde vá, leve um protetor solar, preferencialmente de proteção alta, para passar durante o dia. Não esqueça de usar o repelente também, a maioria dos lugares que se acampam são propícios a insetos.

Cortador de unhas

É sempre importante manter as unhas amparadas e bem cortadas, já que quem costuma acampar faz longas caminhadas usando tênis.

Fogareiro

Se não for ficar em um camping ou em algum lugar próximo de comércios, é essencial levar um fogareiro para preparar as refeições. Não esqueça também de levar umas duas panelas, pratos e talheres, garrafa térmica, liquinho (botijão de gás pequeno) e um isqueiro.

Kit de Primeiros Socorros

Você nunca sabe o que pode acontecer durante a viagem, por isso é importante levar um kit de primeiros socorros.

Itens de higiene

Leve o básico, como papel higiênico, shampoo, escova e pasta de dente, e sabonete.

Cantil

O cantil é ideal para você armazenar água, você pode até enche-lo com água potável de algum rio.

E aí, o que achou desses itens para levar para acampar?

Continue Reading